A simplicidade do que é importante

domingo, 16 de dezembro de 2012

Como uma chuva de verão que vem e cedo passa, assim é nossa vida. No fim valerá o que fizemos, vivemos, desfrutamos. Muito se diz sobre mordomia quando se trata de dinheiro, mas nada se diz sobre como temos gastado nosso tempo. Tempo, precioso tempo, que passa e escoa por nossas mãos sem ao menos percebe-lo, do qual estamos sempre reclamando de escassez, sempre queixosos pela falta dele. Mas como temos vivido e desfrutado de nosso tempo?

Estamos constantemente tentando encontrar tempo para conciliar nossas atividades e programas. Quase não existe planejamento em nossas rotinas, e quando acontece, acabamos frustrados por não conseguirmos realizar metade do que havia planejado. O que mais me impressiona, é como por vezes, os imprevistos são tão providenciais. O tempo corre e nos revela que nada o vence, nada foge do seu relógio implacável.


Agora estou na varanda de casa, sentado na mesa em frente ao laptop, ao som dos pássaros cantando na mangueira, acariciado por uma leve brisa após uma chuva de verão. Vejo as árvores agitadas pelo vento. Muitos veem a beleza de um céu azul e ensolarado, mas hoje consigo contemplar o esplendor de um tempo fechado, nublado. A beleza de cada nuvem escura e carregada. Se muitos dos planos que tinha para hoje tivessem se concretizado, jamais conseguiria experimentar a raridade desse momento.


Ao mesmo tempo que me aflora um sentimento de tanta impotência, que me faz tão incapaz e confuso diante de tanta graça dispensada, me pego imerso em uma paz que excede o meu entendimento limitado e banal. Nada agora é fútil, tudo neste momento é certo, exato.


Graças a Deus por cada imprevisto, por cada oportunidade de contemplar, de nos colocarmos diante do infinito das pequenas coisas. Pela simplicidade de cada situação, de cada gesto que nos faz estar diante de coisas maiores, coisas que realmente importam.





LEONARDO CARVALHO é blogueiro e autor do Reformando Conceitos. Esposo da Cláudia (com quem escreve no e a gente se encontrou), pai da Tábata. Também é colaborador do Blog Apologetas. É músico e compositor. Formado em Teologia Ministerial no Seminário Vida Nova, cursa o bacharelado na FBMG. É membro da PIB Nova York em Belo Horizonte (MG).
CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan