Animação retrata sina sangrenta da Palestina desde a pré-história

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015


De todas as terras do mundo, talvez a que mais tenha sido banhada por sangue em sua história seja a da Palestina. O histórico militar da região remonta a tempos muito mais remotos do que o atual conflito entre israelenses e palestinos. Durante milhares de anos, a Terra Santa foi palco de incontáveis guerras, massacres e genocídios travados por impérios poderosos. Entre muitos outros, egípcios, assírios, babilônicos, romanos, turcos e britânicos já batalharam pelo território, que também abrigou as Cruzadas e a conquista de Alexandre, o Grande.
A cartunista Nina Paley resolveu contar esta história antiga e sangrenta por meio de uma animação de pouco mais de três minutos, chamada This Land Is Mine (Esta Terra É Minha). Pode parecer pouco tempo, mas acredite: a missão foi plenamente realizada com a beleza da letra e da melodia, aliadas aos detalhados traços de Paley retratando os diferentes povos se engalfinhando pela terra. A narrativa é cronológica, parte da pré-história e chega até os dias atuais, o que permite ter um panorama geral das guerras na região.
As reflexões que o vídeo suscita são muitas - todos os simbólicos personagens têm em comum a implacável convicção de que o território lhes pertence por direito. Matam uns aos outros impiedosamente enquanto entoam mensagens inspiradoras e evocam o próprio Deus, nos fazendo refletir sobre a incoerência abismal entre aquilo que pregamos na arte e na religião e o que de fato praticamos na vida material. O final reserva uma interpretação um tanto surpreendente sobre quem seria, na opinião da cartunista, o verdadeiro padroeiro da Terra Santa.
Aqui é possível encontrar uma descrição detalhada de quem é quem no vídeo, bem como algumas referências históricas dos conflitos.
Confira o clipe legendado:



 POR ANDRÉ JORGE DE OLIVEIRA
CopyRight © | Theme Designed By Hello Manhattan